Segunda-feira, 14 de Março de 2011

(quase) à rasca

fui à manifestação do passado dia 12 e levei os meus filhos. o lourenço, com 3 anos, dormiu quase todo o tempo no carrinho e o salvador, com 7, (quase 8!, como faz questão de dizer) andava um pouco confuso sobre o que faríamos ali. "quando é que começa a manifestação/isto já é a manifestação?" e "estas pessoas estão todas zangadas com o governo?" foram as perguntas que me foi fazendo, entre olhares atentos ao resto da multidão e tentativas de acordar o irmão, com o objectivo de vir a ocupar o seu lugar no carrinho - o que veio a acontecer quase no fim da avenida: lourenço às cavalitas, salvador no carrinho. carrega pai!

 

felizmente, não me enquadro na situação profissional precária que motivou este encontro de vontades, mas não podia deixar de marcar presença, por vários motivos:

primeiro, porque este foi um movimento que surgiu da sociedade civil, e não do espectro partidário. acredito sinceramente que a sociedade está lentamente a acordar da letargia que marcou as últimas décadas, em que nos habituámos a encostar ao "estado", esse ser abstracto que supostamente tem que nos dar tudo. não tem, de facto, mas tem que dar em função do que recebe dos nossos impostos.

segundo, porque me lembro bem de me terem chamado rasca, nesses idos de '90, quando nos manifestávamos por uma melhor educação.

terceiro, porque eu próprio, apesar da minha situação profissional estável, me começo a sentir um bocado à rasca para cumprir com as minhas obrigações económicas.

quarto, porque na situação presente de muitos dos que marcaram presença na av da liberdade, vejo o futuro dos meus filhos. e não é lá muito luminoso...

 

uma das coisas que mais me impressionou, pela surpresa, e até me emocionou, foi ver a quantidade de pessoas com mais de 50 anos que se juntaram à manifestação. penso que nem os próprios organizadores estariam à espera de criar um evento completamente transversal a todas as gerações.

 

o povo saiu à rua. e foi bonito.

publicado por Minhoca às 15:00
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 2 de Março de 2011

a nova face de áfrica

finalmente, a notícia pela qual eu tanto esperava! começam a aparecer os primeiros sinais de sublevação em angola. um enorme tsunami de sede de liberdade e justiça está a varrer a superfície do continente africano. tenho esperança que a democracia vença e que os radicalismos serão travados. chega de ditadores corruptos que vivem à custa do sofrimento do seu próprio povo! ao mesmo tempo, muitos lideres europeus devem estar a fazer contas à vida, por terem apostado economicamente em regimes mais do que duvidosos. a europa, que no mundo, tem sido ao longo dos séculos, um farol vanguardista em termos de justiça, tem a obrigação de se desmarcar - mais, de condenar e exigir a mudança - destes "líderes" vergonhosos.

 

cá por casa, não há dia que passe em que aguardo uma palavra, uma intenção, uma ideia - qualquer coisa! - dos nossos políticos, condenando estes regimes totalitários. em vão, infelizmente. além do nosso crónico sentimento de culpa por causa do ultramar, existe uma cobardia que não consigo entender. angola tem dado muito jeito à nossa economia, mas até quando...? à esquerda, ninguém diz nada, porque os ditadores têm parentescos ideológicos. à direita, fica tudo calado, porque o dinheiro que os negócios geram dá muito jeito.

 

se é hilariante (para não dizer triste), ouvir um líder do pcp dizer q a coreia do norte é uma democracia, ainda me causa mais náusea ouvir o nosso primeiro-ministro a manifestar que o interesse geoestratégico é independente de quem está no poder! felizmente, e apesar do frio, hoje está sol...

 

 

MPLA nervoso com protesto contra o regime angolano convocado pela Internet

publicado por Minhoca às 10:06
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 1 seguidor

.pesquisar

.Agosto 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. escrito na pedra

. ainda sobre a madeira

. é a economia, estúpido

. a capa da semana

. a madeira não é um jardim

. e eu sou o homem-aranha

. ora aqui está um artigo p...

. eu gostava mesmo era que ...

. ainda há boas notícias

. vergonha

.arquivos

. Agosto 2012

. Setembro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds