Quarta-feira, 30 de Setembro de 2009

e o rato falou

E aquilo que disse, foi apenas: ai ai, que andam a tentar deitar abaixo o meu querido psd!

 

Como previa, a declaração do nosso PR não teve sumo nenhum, a não ser admitir que está aberta a guerra entre o dito e o Governo, o que não é nada bom. Que a nossa classe política, ao seu mais alto nível, é degradante, já todos sabemos. O PR tem é que saber estar acima destas novelas de cordel. Mais valia, em Agosto, ter vindo dizer se havia, ou não, desconfianças de escutas, e arrumava o caso. Ao fazer esta declaração, que é política, e não institucional, só veio lançar mais achas para uma fogueira que estava prestes a se apagar por si própria.

 

No entanto, existem ainda algumas questões que ainda não vi respondidas, nem ouvi ontem nenhum comentador ou jornalista a questionar: Fernando Lima contactou ou não o Público? Aquele email é, ou não, verdadeiro? Se sim, quem o passou aos vários órgãos de comunicação social? Penso que o Público tem o dever de vir a terreiro esclarecer estas dúvidas, até para a defesa da sua própria credibilidade. Sou leitor do Público há muitos anos, acredito na seriedade de quem lá trabalha, e quero continuar a acreditar.

publicado por Minhoca às 09:56
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 29 de Setembro de 2009

cá para mim, a montanha vai parir um rato...

Mas isso sou eu que digo...

 

Presidente da República marca declaração para hoje às 20h00

 

publicado por Minhoca às 12:20
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sexta-feira, 18 de Setembro de 2009

vamos lá a ver se a gente se entende...

Confesso que não dei muita importância às denúncias de supostas escutas, por parte do Governo, ao staff do Presidente da República. Tricas e laricas da bela política à portuguesa, entre duas "instituições" cujo relacionamento já conheceu melhores dias, pensei eu, apaziguando a alma, por saber que em ano de eleições vale (quase) tudo, e muito principalmente nestas.

 

Ora, tudo mudou hoje, quando o DN diz e, mais importante, prova, que a acusação (e consequente pedido de investigação por parte do PÚBLICO) partiu de Fernando Lima, um colaborador muito próximo do PR e, segundo o jornal, a pedido do próprio PR.

 

Resumindo: a PR suspeitou de um adjunto do PM, aquando de uma visita presidencial à Madeira. Daí às insinuações, por parte do PS, de que elementos da PR estariam a colaborar na realização do programa do PSD, foi juntar 2+2. Alguém nos anda a observar. Vai daí, Fernando Lima contacta o PÚBLICO e "entrega-lhe" a cacha. Ora investiguem lá esse gajo que se "infiltrou" na nossa comitiva na Madeira e vejam se não temos razão!

 

Até aqui, tudo bem. Isto acontece todos os dias no jornalismo. Mas é a partir daqui que as coisas começam a ficar um pouco mais turvas. O editor de política do PÚBLICO pede ao correspondente da Madeira para fazer a dita investigação. Pouco tempo depois, o jornalista informa que não existe história, porque o dito "infiltrado" não se infiltrou coisíssima nenhuma.

 

Posto isto, duas questões: porque é que o PÚBLICO decidiu avançar à mesma com a história? E porquê, mais de um ano depois (em plena época de pré-campanha)?

 

Estas questões não estão clarificadas na notícia do DN, e muito menos uma outra que eu também gostava de ver respondida: Como é que o DN teve acesso a todo este caso, inclusivamente a emails trocados entre jornalistas do PÚBLICO? Isto não é aflorado, mesmo que ao de leve na notícia.

 

Entretanto, o director do PÚBLICO acusa o SIS de ter interceptado estas comunicações, coisa que o SIS desmente.

 

Et, la pièce de resistance, o SOL avança que José Manuel Fernandes está de saída da direcção do PÚBLICO....

 

Alguém, por favor, me explica esta trapalhada?

publicado por Minhoca às 14:32
link do post | comentar | favorito
Sábado, 12 de Setembro de 2009

sempre achei este hondt um gajo meio esquisito...

 Partido mais votado pode não ficar com o maior número de deputados na AR

publicado por Minhoca às 14:03
link do post | comentar | favorito

olha q bom!

 Danny Boyle prepara “Porno”, sequela de “Trainspotting”

publicado por Minhoca às 13:55
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 8 de Setembro de 2009

no fundo, tudo se resume a isto

Um excelente artigo do João Miguel Tavares, no Diário de Notícias.

publicado por Minhoca às 22:57
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 7 de Setembro de 2009

digam sempre a verdade (a não ser que venham à madeira)

Este podia bem ser o novo cartaz do psd, partido que, nesta campanha eleitoral, pôs o eleitorado a falar por si. Em campanha por terras da Madeira, Manuela Ferreira Leite foi capaz de tiradas tão boas como estas: "a Madeira é exemplo de um “bastião inamovível” e de "um bom governo do PSD”, "Acho que há asfixia democrática no continente", "(em relação à Madeira) julgo que há comunicação social contra o governo", entre outras pérolas.

 

Estamos conversados em relação à política de verdade, tão propalada pela líder laranja. Só por isto, perdeu toda a (pouca) credibilidade  que ainda tinha. O PS agradece.

 

O artigo do ionline aqui.

 

 

publicado por Minhoca às 23:51
link do post | comentar | favorito
Domingo, 6 de Setembro de 2009

Em busca da verdade

 Depois do caso da TVI e do seu Jornal Nacional de sexta-feira, aguardava pelo artigo semanal de Eduardo Cintra Torres, alguém que me habituei a ler. Pela frontalidade, pela coerência, pela coragem de "afrontar" grandes grupos de interesses.

 

Aqui está o artigo. Para ler com atenção. ECT refere claramente como este (des)governo tem tentado secar tudo à sua volta. Não há dúvidas de que Sócrates é um político com carisma, que consegue agregar em torno de si (quase) todos os camaradas. No entanto, desta vez vemos como até Soares, em entrevista ao jornal i, se deixa cair na esparrela da campanha eleitoral, apenas para ajudar o PS, ao atribuir o cancelamento do Jornal Nacional de sexta a um simples acto de gestão.

 

"O PS de Sócrates é contra a liberdade"

publicado por Minhoca às 14:45
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 3 de Setembro de 2009

Mais uma sobre liberdade, democracia...

...e como parece que estes dois valores essenciais não coexistem com o jornalismo, pelo menos em Portugal.

 

"Jornal de Sexta suspenso: Direcção de Informação da TVI demite-se", é o título da notícia do ionline, que me deixou de boca aberta.

 

Primeiro, uma declaração de interesses: não sou espectador da tvi, não sou espectador dos telejornais da tvi (aliás, cada vez menos sou espectador de telejornais dos 3 canais generalistas, porque estão cada vez mais fábricas de encher chouriços, que meios de informação), não sou fã da Manuela Moura Guedes, e muito menos tomo parte na guerra entre a jornalista e o primeiro-ministro.

 

No entanto, apesar de falada por aí, esta decisão deixa-me boquiaberto e cada vez mais descrente na nossa democracia. A Prisa fundamenta a decisão com motivos económicos, devido a uma reestruturação, ou seja, a mesma justificação politicamente correcta que se dá quando se quer chutar alguém.

 

Isto só vem provar, uma vez mais, que as grandes empresas andam de braço dado com o Estado, sempre de mão estendida, e este, vai dando uma de pai modelo: "se te portares bem e fizeres o que eu digo, levas a prenda que queres no Natal".

 

Apesar de todas as criticas que se lhe possam fazer, o Jornal Nacional de sexta faz falta a uma democracia que se quer real, onde é o cidadão que escolhe o que quer ver, ler e ouvir. O que devemos esperar a seguir? Queima de livros na praça pública? Cancelamento dos canais de cabo? Restrições no acesso à internet?

 

Mais informações sobre esta notícia aqui e aqui. E aqui, um post que já tinha dedicado a este assunto, com ligações para dois artigos de opinião que interessa ler.

publicado por Minhoca às 14:55
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 1 seguidor

.pesquisar

.Agosto 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. escrito na pedra

. ainda sobre a madeira

. é a economia, estúpido

. a capa da semana

. a madeira não é um jardim

. e eu sou o homem-aranha

. ora aqui está um artigo p...

. eu gostava mesmo era que ...

. ainda há boas notícias

. vergonha

.arquivos

. Agosto 2012

. Setembro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds